Agradecemos sua visita. Aproveite e cadastre-se gratuitamente como seguidor(a).

Aqui a Matemática é Simples e Descomplicada! Acesse, comente e compartilhe nossos artigos.
Hoje é


As notas do Enem de 2017 forão divulgadas pelo Inep dia 18, confira! - Comece a se preparar para o Enem 2018: →

Translate

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Escola Sem Partido!

Conheça o projeto polêmico chamado "Escola Sem Partido" que divide opiniões de todos envolvidos com a educação!
Segundo muitos educadores e especialistas em educação, o Programa "Escola sem Partido" é uma proposta de lei que dá suporte a um projeto educacional que aborda algumas regras sobre a educação a serem implementadas em algumas cidades onde ela for aprovada, tornando obrigatória algumas normas sobre o comportamento e a postura dos professores em sala de aula. 
Essas orientações, uma vez aprovadas pelos legisladores e gestores envolvidos com o projeto, serão inseridas em um cartaz que deve ser afixado em todas as salas de aula, de acordo com a abrangência do projeto,  que pode incluir o ensino fundamental e também escolas de nível médio abordando algumas regras e orientações para o professor ensinar e se posicionar em sala de aula. Esse projeto com todas essas regras vem gerando muita polêmica, principalmente quando muitas cidades começaram a sugerir e implementar leis baseadas nessas orientações baseadas nesse projeto educacional. Para ver tudo que está escrito e acessar esse cartaz nosso leitor pode visitar a página: www.escolasempartido.org Vem ocorrendo muitos debates envolvendo esse contexto e muitos de seus críticos afirmam categoricamente que seria uma intervenção ou censura na liberdade de expressão dos docentes em sua profissão, atingindo frontalmente a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber.

Um dos pontos mais polêmicos que observa-se nesse projeto é o que proíbe professor de emitir sua opinião em sala de aula sobre religião, política e orientação sexual. No entanto, estão ocorrendo muitas divergências e opiniões diferentes sobre o projeto, e vemos que alguns setores são contrários e favoráveis por razões diversas. Muitos dizem tratar-se de uma censura velada e uma interferência na liberdade de cátedra dos mestres nestes níveis de ensino na escola em nosso país. Mas, segundo seus defensores, seria uma lei sobre o abuso da liberdade de ensinar. Afirmam eles que alguns educadores extrapolam a liberdade, interferindo demasiadamente em questões e setores de cunho pessoais, religiosos, sexuais  e que deveriam ficar isentos nesse contexto.

Atualmente estão ocorrendo manifestações contrárias a esse projeto, alegando que isso seria censura a liberdade de expressão em algumas cidades onde estão ocorrendo implementação dessas normas. Segundo notícias veiculadas em jornais e revistas especializadas, em algumas cidades onde esse projeto estão sendo discutidos e implementados, até os próprios adolescentes e estudantes vem se manifestando contra isso e que segundo eles seria uma censura imposta pelo projeto e eles defendem a liberdade de expressão para a formação do aluno, o qual tem o direito de informação e saber tomar suas decisões livres e democráticas.

Recentemente foi aprovada uma lei impondo essas orientações no estado de Alagoas e que vem ganhando simpatizantes em outros municípios brasileiros. No caso alagoano, soubemos que o documento foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), inclusive o caso foi analisado pela Advocacia-Geral da União (AGU), que considerou o processo inconstitucional porque estaria legislando sobre uma área de competência da União, e inclusve porque infringiria o artigo 206 da Constituição, que garante a pluralidade de ideias no ambiente de ensino escolar.


NOSSA OPINIÃO!





Na modesta visão desse Blog esse é um projeto inconstitucional que fere frontalmente a liberdade de expressão do professor em sala de aula, ferindo o direito de informação dos alunos, colaborando para torná-los futuros cidadãos alienados e mais fácil de serem manipulados pelos supostos governantes autoritários e corruptos. Hoje, observamos que em nosso país que muitas escolhas de nossos políticos atuais não foram as mais adequadas pois a corrupção assola muitos desses parlamentares e indica que os eleitores não fizeram boas escolhas nas últimas eleições. Mas, voltando ao texto, deixamos bem claro que o professor deve sempre manter uma postura de neutralidade em relação a assuntos como política, religião e orientação sexual. Mas, isso não significa que ele deve omitir tais informações aos seus alunos e apenas informar os diversos caminhos e orientações para que esses tomem suas próprias escolhas e decisões individualmente, evidentemente sem se influenciarem por pensamentos e posicionamentos equivocados.

O que sabemos é que mesmo os professores de disciplinas exatas, entre outros que supostamente não tratam diretamente com interpretações, redações e textos, ainda assim estão ensinando e orientando seus discentes e a opinião deles pode influenciar os alunos positivamente ou até negativamente. Por isso devemos ter sempre o cuidado ao emitir nosso parecer pessoal para não incorrermos infelizmente em erros e equívocos sem nossa intenção, pois a verdade em questões políticas, religiosas, opção sexual, muitas vezes deve ser alcançada pelo alunado, de forma pessoal e personalizada.

Espero que tenham gostado do artigo e que o compartilhe com seus amigos e pares, principalmente para que o artigo possa ser melhor debatido e que nosso leitor possa tirar suas próprias conclusões. Se preferir compartilhe nosso endereço com todos seus colegas, simpatizantes e pares.

Se ficou alguma dúvida ou mesmo se quiser expor sua opinião, deixe um recado logo ao final do texto que teremos o maior prazer em publicar e elucidar se estiver ao nosso alcance.

Finalizando, convidamos o leitor que se cadastre como seguidor(a) e assim estará ajudando no fortalecimento desse que tem se tornado felizmente um importante espaço de opiniões e debates envolvendo o setor educacional.

Sem mais, agradecemos a todos pela visita e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!
      



sábado, 16 de dezembro de 2017

A Ciência do Sucesso!

Será que existe uma ciência específica para viver com mais felicidades e sucesso?
Quem nunca pensou em ter sucesso na sua vida profissional e pessoal, quiças ganhando muito dinheiro, constituindo uma família feliz e realizando todos seus sonhos de consumo. Muitos afirmam que se aplicarmos a filosofia da matemática podemos encontrar alegrias e sucesso em nossas relações pessoais e profissionais. Na verdade, não existe uma receita pronta para alcançar o sucesso, seja nos negócios, amizades, no amor, assim como nos demais relações humanas. Para muitos, ser feliz é ter dinheiro, viver em uma bela mansão, viajar muito, ter milhões de amigos, constituir uma família digna, etc.  Outros pensam que para ser feliz, é necessário apenas ter saúde e viver uma vida simples ao lado de pessoas amadas, acompanhado de fé e da presença de Deus. Conheço muitas pessoas humildes que se sentem felizes e totalmente realizadas, vivendo em lares simples sem nenhum conforto material. Outros no entanto, vivem com todo conforto, em mansões suntuosas, com muito dinheiro, rodeado de empregados e pseudo amigos e se sentem deprimidos e infelizes.
E, você o que pensa sobre isso? Faça uma reflexão e deixe sua opinião num comentário ao final do artigo. 
Acreditamos que cada um deve refletir profundamente e saber o que é melhor para sua vida, buscando estratégias e condições para realizar seus objetivos. Se planejarmos nossas ações desde jovens e certamente com o apoio de nossa família e amigos, teremos uma chance muito grande de realizar muito desses sonhos idealizados. Deixamos claro que para alcançar todos esses objetivos e ainda fazer o que gosta, é necessário conduzir sua vida, criando condições favoráveis para que isso se realize.

Será que a ciência pode nos ajudar a encontrar essas condições almejadas? 
Tudo que conseguimos na vida, seja em realizações financeiras e pessoais é conseguido aos poucos e em etapas bem definidas, vencendo obstáculos, galgando degraus, ou seja trabalhando arduamente, estudando, nos dedicando e vencendo algumas etapas. Por exemplo, uma primeira etapa ou degrau a ser superada é estudar para conseguir uma profissão e um trabalho digno que possa gerar renda e nos sustentar ao longo da vida. Na verdade, o homem nunca se diz plenamente feliz e realizado totalmente, e quando por exemplo, ele almeja uma faculdade e passa no vestibular e começa a realizar seu sonho, logo surgem outros objetivos, que são: encontrar um bom emprego, ter um consultório de sucesso, conhecer sua alma gêmea, dentre tantos outros objetivos que acompanham a todos por uma vida inteira.  






Segundo o pesquisador e psicólogo americano chamado Abraham Maslow, você nunca conseguirá atingir todos seus objetivos pessoais, por razões diversas, tais como: se não tiver alimentação, dinheiro, amor e autoestima. Para exemplificar a situação ideal que levaria à felicidade, ele criou uma pirâmide de hierarquia de necessidades, chamada Pirâmide de Maslow, em que a base é composta pela fisiologia, seguida pela segurança, passando por relacionamentos e estima e chegando, enfim, a tão sonhada realização pessoal.

Para alcançar o topo dessa pirâmide e conseguir se realizar plenamente é necessário agir e ganhar confiança, vencendo os degraus, mas devemos tomar coragem e começar a agir o mais rápido que pudermos. Por exemplo, se você mostrar que tem qualidades suficientes e pode entregar um bom trabalho, cumprindo as metas estipuladas pela empresa, pode e deve pedir aquele aumento para seu chefe. Na vida pessoal, começar a frequentar uma academia para melhorar sua qualidade de vida, fazer um planejamento de estudos para ser aprovado naquela famosa universidade, entre outros objetivos que o leitor pode planejar.

Outra dica é ser autentico, e acima de tudo nos valorizar pelos pontos fortes que temos, pois perdemos credibilidade com outras pessoas. quando tentamos ocultar nossos valores, assumindo uma personalidade medíocre que não é nossa. Mentir e ocultar detalhes para tentar impressionar os outros são defeitos que mais cedo ou tarde vão nos desmascarar e nos levar ao fracasso inevitavelmente. Por exemplo, mentir que tem um curso de Inglês e que domina totalmente esse idioma, se apenas sabe o básico, pode resultar em problemas futuros com seu trabalho, ou com os superiores da empresa em que pretende atuar.

Manter uma rede de relacionamentos também faz diferença nas relações profissionais e nos ajudam a conseguir um novo emprego ou a superar obstáculos profissionais. Para ter sucesso nos negócios, mas também na vida afetiva e pessoal é necessário que sejamos mais sociáveis, frequentando um clube, uma academia ou até mesmo prestando serviços sociais. Não pense que se você viver isolado vai aparecer uma oportunidade do nada, então é preciso estar presente, se mostrar ao mercado, conhecer pessoas, fazer novas amizades, etc. Segundo pesquisas, pessoas bem sucedidas no mundo dos negócios são mais sociáveis, ou seja são aquelas que batem um papo no cafezinho e estão se relacionando nas academias, nos happy hours, etc. 

Pesquisas apontam que as habilidades cognitivas das diferentes gerações vem se alterando, e atualmente podem ser atribuídas para pessoas inteligentes e sociáveis, pois elas se dão melhor no campo profissional do que as pessoas que viveram em décadas passadas.

É preciso ter um plano audacioso, sonhando grande, almejando objetivos, e traçando metas a serem superadas. Você deve saber onde quer chegar e não se distrair com objetivos menores, pois eles podem ser prejudicais aos seus planos de sucesso tão almejados. Então, seja determinado e perseverante! A chave principal para a realização pessoal é a perseverança. Querer de fato atingir seu objetivo é essencial, mas você também tem que saber esperar a hora adequada para agir e realizar suas ações.

Devemos abrir a mente, acreditar que nossos objetivos possam ser alcançados, mas para isso é necessário empenho, estudo e um planejamento. Ser otimista sempre, pois o não nós já temos e sempre vale a pena insistir e quem sabe conseguir realizar nossos objetivos, claro que mostrando nossas habilidades a quem possa nos confiar em nosso trabalho e competência.

Quando pensamos nas relações pessoais, porque devemos investir nos relacionamentos amorosos?

Talvez você já saiba disso, mas sempre é bom reforçar que ninguém é feliz vivendo sozinho. O amor é uma das principais armas e chaves para conseguirmos encontrar a felicidade. Sabemos que aquelas pessoas que vivem só quase sempre se queixam de estarem solitárias e deprimidas, ou  que vivem tristes e insatisfeitos. Especialistas afirmam que  a felicidade depende de dois fatores: viver com amor e encontrar uma maneira de manter o amor. Infelizmente em nossa sociedade atual, os lares estão sendo desfeitos por muito pouco, os casais já não vivem juntos por todo uma vida como observamos em épocas passadas e isso afeta as relações de afeto e amor, causando segundo muitos, um dos maiores males do século que é a depressão. Então é preciso repensarmos e refletirmos sobre o que é ncessário para vivermos com mais harmônia e felicidades. 

CONCLUSÃO! 
Em nossa humilde visão para viver com alegrias e ter sucesso em nossas ações pessoais e profissionais é necessário, primordialmente ter muita competência, dedicação, empenho e planejar tudo de uma forma prática, coerente e possível. Devemos nos dedicar desde cedo, buscando ações e atitudes que vão nos levar a vencermos os obstáculos que surgirão em nossa caminhada rumo a felicidade. Em nosso blog já passamos algumas dicas que usam a matemática como filosofia para alcançar sucesso na vida e vivermos com mais tranquilidade e alegrias. Se quiser acessar esse artigo Clique Aqui ou procure pelo post chamado: A Filosofia da Matemática Aplicada na Vida! e garantimos que vai se surpreender com o conteúdo ali tratado. 

Outro conselho interessante que podemos dar ao leitor que felizmente chegou até aqui com a leitura é que devemos incentivar desde cedo nossos filhos para encontrar a felicidade e o sucesso. Veja que uma criança aprende muito mais pelo exemplo do que por milhões de palavras, e isso os pais e responsáveis devem ter cuidado em seu relacionamento com elas. Se o pai ou a mãe diz que nunca deve mentir, mas diz que não está em casa quando não quer atender qualquer pessoa indesejada, sua criança aprende que é normal mentir nessas e em outras circunstâncias indesejadas. Por exemplo, se queremos ensinar que devemos ser honestos e não roubar nada de outrem e colocamos em nossa sala uma aparelhagem para roubar o sinal de tv, burlando regras comerciais, o que será que nossas crianças vão pensar sobre isso?

Finalizando, pedimos aos nossos leitores que acreditam em nosso site e que acompanham nosso trabalho, que se cadastrem gratuitamente como seguidores para nos ajudar no fortalecimento e consolidação desse espaço educacional e de estudos.

Ainda, se gostou do artigo pedimos que compartilhe com seus amigos e pares para que o conhecimento circule e chegue aos que necessitam dessas dicas e entendimento. 
Aproveitamos também para agradecer a todos pela visita e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...