Muito Obrigado pela visita! Aproveite para se cadastrar gratuitamente como seguidor(a).

Primeiro dia de vida de uma criança é sua primeira aula! Conheça aqui mais de 400 artigos relacionados com Educação e a Matemática. Acesse e compartilhe!
Hoje é


Quer aprender Raciocínio Lógico, realizando muitas atividades e estudando sozinho? - Para acessar: →

Translate

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Onde Está o Erro Matemático?

Retiramos alguns versos da famosa e bela poesia matemática que você visualiza ao lado e que trata do poema de autoria do grande escritor Millôr Fernandes, rebuscada de palavras e frases que estão relacionadas de uma forma muito inteligente com esse ramo da ciência. Nesse trecho existe um pequeno erro matemático que também foi tratado em uma questão de Matemática cobrada na prova do vestibular na UERJ -Universidade Estadual do Rio de Janeiro no ano de 1997. Se você prestar atenção, facilmente vai identificar e descobrir o equívoco. 

Então, você saberia responder qual é esse erro e como devemos fazer para corrigi-lo e o mesmo ficar de acordo com os conhecimentos matemáticos. Deixamos bem claro que admiramos toda obra desse grande escritor e que de forma alguma pretendemos corrigir, distorcer ou depreciar sua obra. Ressaltamos ainda que consideramos esse mesmo poema de grande valor literário e que o mesmo está publicado na íntegra em um artigo desse site, cujo endereço você pode acessar CLICANDO AQUI. Esse texto pode e deve ser usado pelos professores nas escolas em nível de ensino básico e médio, como um recurso recreativo para motivar o aprendizado de geometria e do triângulo retângulo. 
Então vamos destacar abaixo apenas o trecho parcial da poesia, para que você possa identificar o equívoco:

Ás folhas tontas de um livro de Matemática,
um Quociente apaixonou-se um dia doidamente
por uma incógnita.

Olhou-a com seu olhar inumerável
e viu-a do ápice à base: uma figura ímpar;
olhos romboides, boca trapezoide,
corpo retangular, seios esferoides.

Fez da sua uma vida paralela à dela,
até que se encontraram no Infinito.

"Quem és tu?" - indagou ele em ânsia radical.
"Sou a soma dos quadrados dos catetos.
Mas pode me chamar de hipotenusa."

(Millôr Fernandes. Trinta Anos de Mim Mesmo.)

Atenção: Se quiser conferir a resposta de forma online, favor clicar no botão abaixo:  




Caso queira receber a resposta em seu e-mail, deixe um recado ao final do texto que lhe enviaremos a solução comentada e sempre no menor prazo possível. Se ficou em dúvidas e quiser mais uma dica, então leia nossa opinião e após tire suas conclusões.

CONCLUSÃO!





Na nossa modesta visão é um belo tema para construção de um trabalho de conclusão de curso ou até mesmo para fazer uma monografia muito criativa nos cursos de graduação de Matemática, claro que aprofundando a análise desse e de outros textos literários inerentes a esse conhecimento. Mas, quando focamos os erros matemáticos ou não, muitos dizem que errar é humano e que insistir no erro seria pura burrice. Em muitas situações de nossas vidas, sempre aprendemos com os erros, assim como com o erro praticado nessa parte do poema e que está apenas nas palavras relacionadas com a matemática. No texto, temos uma frase relacionada com o famoso teorema de Pitágoras, o qual nos diz que: a² = b² + c², considerando que o valor de a representa a hipotenusa, enquanto que b e c são os catetos do triângulo retângulo. Dessa forma, por exemplo, podemos escrever que 5² = 3² + 4², quando 5 for o valor da hipotenusa e considerando ainda que 3 e 4 são os valores dos respectivos catetos desse famoso triângulo retângulo. Espero que com essas dicas tenham encontrado o erro no poema tratado nesse texto. 
Se ainda assim continuar com dúvidas e quiser nosso parecer, deixe um comentário e seu e-mail logo ao final do texto, que termos o maior prazer em responder e elucidar.

Caso tenha gostado do artigo, compartilhe com seus amigos e pares. Para isso você pode usar o atalho para as redes sociais que estão presentes ao final do texto ou indicar nosso endereço aos mesmos.

Seja nosso parceiro, cadastrando-se gratuitamente como seguidor deste site e assim estará nos ajudando na consolidação e fortalecimento desse que vem se transformando num importante canal educativo. 

Finalizando, agradecemos a todos pela visita e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!






2 comentários:

  1. Oiii amei o texto. .mas continuo com dúvidas 😉wp.Queiroz@Hotmail.com...obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por nos visitar e pelo comentário.
      Quanto a sua dúvida, estamos enviando um e-mail de imediato e se ainda persistir, retorne com novo comentário que teremos o maior prazer em atender!
      Muito obrigado e se gostou divulgue nossos posts.

      Excluir

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...